Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Cursos de graduação EAD

Analista de Infraestrutura de TI: o que faz, salário e formação

Cursos de graduação EAD

O que são linguagens de programação?

Cursos de graduação EAD

Analista de Infraestrutura de TI: o que faz, salário e formação

Mariana Moraes
Por Mariana Moraes em Dec 7, 2022 11:44:30 AM | 5 min de leitura

Você já ouviu falar do cargo de Analista de Infraestrutura de TI? Se você procurar no Linkedin, por exemplo, vai achar uma boa quantidade de ofertas de vagas nessa área.

A infraestrutura de TI é o setor responsável por todo o alicerce interno de tecnologia presente dentro de uma empresa. Ela compreende o conjunto de ferramentas necessárias para o pleno funcionamento das operações e dos processos. 

O Analista de Infraestrutura de TI é o profissional encarregado de manter e garantir a máxima performance da estrutura tecnológica de um negócio, sendo um cargo cada vez mais requisitado no mercado de trabalho. 

Neste artigo, falamos mais sobre essa profissão e do que você precisa para ingressar nesse campo da tecnologia da informação.

Aqui você vai conferir:
O que faz um Analista de Infraestrutura de TI  
Quanto ganha um Analista de Infraestrutura de TI  
Os requisitos técnicos para ser Analista de Infraestrutura de TI  
Formação de qualidade para começar sua carreira de tecnologia!

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

O que faz um Analista de Infraestrutura de TI  

A principal função de um Analista de Infraestrutura de TI é fazer com que toda a estrutura tecnológica de um negócio opere com máxima performance, apresentando qualidade, eficiência e segurança. 

Para isso, esse profissional realiza as seguintes atividades em seu dia:

  • Implementação, gerenciamento e monitoramento dos serviços de TI;
  • Instalação e administração dos servidores; 
  • Realização das rotinas de backup;
  • Planejamento e execução de projetos de TI voltados a infraestrutura;
  • Elaboração de scripts para automatização de rotinas.

A seguir, trazemos mais detalhes sobre as principais funções desse profissional:

Planejamento e instalação

Esse profissional projeta as redes de computadores, atuando diretamente no planejamento da estrutura.

É ele quem faz análises específicas, selecionando e instalando softwares e hardwares básicos e de apoio, como sistemas operacionais, banco de dados, plataformas de gestão, entre outros.

Todo esse processo de escolha e implementação deve ser baseado no perfil do negócio, necessidades e recursos da empresa em questão.

Manutenção e segurança

É também função desse profissional garantir que todo o sistema esteja funcionando corretamente após sua instalação.

Para isso, ele deve fazer revisões frequentes, adotando uma postura preventiva que garanta a integridade e qualidade do equipamento.

Da mesma forma, ele deve zelar pela segurança da informação, criando políticas de backup e proteção e criando barreiras contra possíveis invasões ou vazamentos.

Atendimento e suporte

Outra vertente em que o Analista de Infraestrutura de TI atua é no atendimento e suporte técnico. 

Em outras palavras, esse profissional fica também encarregado de resolver chamados que chegam através de Service Desk ou Help Desk.

Dentro dessa função, ele atua instalando, configurando e atualizando softwares de clientes, realizando acesso remoto, assim como esclarecendo dúvidas de usuários e fornecendo os requisitos necessários para o funcionamento adequado das estruturas de rede ou informacionais.

>>> Leia mais: O que todo profissional de TI precisa saber sobre código aberto

Quanto ganha um Analista de Infraestrutura de TI  

Segundo levantamento de 2022 da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais, em cinco anos, serão criados quase 800 mil novos postos de trabalho na área da tecnologia. 

O Brasil, contudo, forma pouco mais de 53 mil profissionais de tecnologia por ano, o que deve abrir um déficit de 532 mil pessoas para trabalhar na área.

Sendo assim, as carreiras no campo da tecnologia tendem a ter um dos maiores índices de empregabilidade. Ou seja, é uma ótima opção para quem busca uma profissão com boas perspectivas de remuneração e crescimento. 

Falando do cargo de Analista de Infraestrutura de TI especificamente, é possível notar a mesma tendência do campo da tecnologia como um todo — com alta grau de empregabilidade e boas expectativas de remuneração. 

Segundo o site Vagas, no cargo de Analista de Infraestrutura de TI se inicia ganhando R$ 2.632 de salário e pode vir a ganhar até R$ 5.709. A média salarial de um Analista de Infraestrutura de TI é de R$ 3.770. 

>>> Leia mais: Como se tornar um hacker do bem, profissão em alta em 2023

Analista de Infraestrutura de TI - profissional de TI em frente ao computador com diversos códigos na tela

Os requisitos técnicos para ser Analista de Infraestrutura de TI

Para atuar como Analista de Infraestrutura de TI, existem requisitos técnicos que são essenciais. Alguns dos principais são:

  • Entendimento de sistemas operacionais (Windows, Linux e OSX);
  • Saber realizar configuração física e lógica de redes (TCP/IP, ranges de IP, subnets/máscaras, gateways, roteamento, topologia de rede, etc.);
  • Entendimento sobre segurança de redes e banco de dados;
  • Domínio de inglês ao menos em nível intermediário;
  • Conhecimento em bancos de dados relacionais e/ou não-relacionais (MySQL, SQL Server, Oracle, MongoDB, etc.);
  • Conhecimentos dos principais softwares e hardwares do mercado, além de web servers, soluções de EDI, etc.;
  • Saber gerar relatórios e documentações dos procedimentos realizados de acordo com padrões do mercado;
  • Compreensão das regras de firewall, políticas de segurança e protocolos de compartilhamento.

>>> Leia mais: O que faz um UI designer e como trabalhar na área

Formação de qualidade para começar sua carreira de tecnologia!

Ao observar os requisitos técnicos apresentados acima, você deve ter notado que a carreira de Analista de Infraestrutura de TI exige diversas habilidades. 

Existem diversas formações no campo da tecnologia que fornecem os conhecimentos necessário para que você atue neste cargo, as principais delas são:

Aqui no EAD UMC, temos essas graduações na modalidade EAD, o que oferece flexibilidade e autonomia para você planejar sua rotina de estudos. 

Conheça mais sobre esses cursos e também nossas opções de bolsas de estudos

Esperamos que este artigo tenha ajudado você e que em breve você comece a trilhar seu caminho na área da tecnologia. Sucesso!

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

Cursos de graduação EAD

Veja mais conteúdos da UMC sobre EAD e educação

O que são linguagens de programação?

As linguagens de programação são ferramentas importantes para desenvolver softwares e aplicativos que tornam a vida ...
5 min de leitura

Descubra qual é a diferença entre hardware e software

Você deseja trabalhar na área da tecnologia? Saber a diferença entre hardware e software é um dos conhecimentos ...
5 min de leitura

Desenvolvedor de aplicativos: o que faz, salário e perfil

Você sabia que o Brasil é o segundo país em que o mercado de criação de apps mais cresce no mundo? O dado é do ...
5 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Cursos de graduação EAD
Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

Posts mais recentes