Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Cursos de graduação EAD

O que faz um engenheiro de produção: tudo sobre a profissão

Enem

3 livros de Guimarães Rosa que já caíram no Enem

Cursos de graduação EAD

O que faz um engenheiro de produção: tudo sobre a profissão

Redação
Por Redação em Nov 18, 2021 10:16:08 AM | 9 min de leitura

Você sabe o que faz um engenheiro de produção? Atualmente, existem diversos cursos na área da engenharia, não é mesmo? Cada um deles combina uma série de conhecimentos distintos, sendo muito comum não saber ao certo o que estuda cada área.

A engenharia de produção é aquela que reúne conhecimentos matemáticos com os do campo da administração. Afinal, os profissionais formados neste curso são responsáveis pelos processos produtivos das empresas, incluindo gestão, logística e distribuição. 

É por isso que a engenharia de produção é a carreira ideal para quem procura um curso na área de exatas, mas que proporcione uma formação mais ampla e passe por outras áreas de conhecimento.

Quer descobrir o que faz um engenheiro de produção? Continue neste artigo e saiba tudo sobre a profissão!

Confira:
Qual a função de um engenheiro de produção
O que é engenharia de produção 
As áreas de atuação de um engenheiro de produção
O perfil necessário para ser um engenheiro de produção 
Quanto ganha um engenheiro de produção 
Como funciona a graduação em Engenharia da Produção 
Conclusão 

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Qual a função de um engenheiro de produção

O engenheiro de produção é o profissional responsável pelo gerenciamento e controle dos processos de produção das indústrias e empresas. A função desse profissional é garantir a eficiência desses processos, assegurando que todas as etapas ocorram corretamente. 

Esse profissional estuda desde a aplicação dos recursos, avaliando como manter baixos os custos de produção, até questões de logística e distribuição. Para isso, o engenheiro de produção alia habilidades técnicas com conhecimentos nos campos da matemática, administração, gestão de pessoas e economia. 

Com esse conjunto de aptidões, o engenheiro de produção está capacitado para garantir um processo produtivo eficiente e lucrativo para as organizações, sendo um profissional chave para o sucesso de qualquer instituição.

O que é engenharia de produção 

A origem da engenharia de produção se deu no século XIX, aproximadamente a 100 anos atrás. Esse campo do conhecimento se estabelece e se difundiu com a Revolução Industrial.

A Revolução Industrial é um marco da história da humanidade, causando grandes transformações nos meios de produção e na forma de consumo da sociedade. 

Nesse período, surgiram novas e poderosas máquinas industriais movidas a vapor, o que proporcionou que uma grande quantidade de produtos fossem produzidos em escala e a preços muito mais baratos. 

Com a aceleração da capacidade produtiva proporcionada pelas novas tecnologias, tornou-se essencial a existência de uma área que refletisse e estudasse esses processos, buscando cada vez mais qualidade e eficiência. E é aí que entra a engenharia de produção. 

Assim, foram criados os primeiros cursos de Engenharia de Produção, tendo como base as grades curriculares das faculdades de Administração e inicialmente também da Engenharia Mecânica. 

Esse campo de estudos almeja unir dois pontos de interesse: o conhecimento técnico e as habilidades de gestão.

As áreas de atuação de um engenheiro de produção 

O profissional com formação em Engenharia de Produção é capaz de gerenciar as linhas produtivas, equilibrar os custos, definir toda a estrutura da organização, desenvolver produtos, planejar e controlar a produção. Ele participa de etapas que envolvem desde a escolha de matéria-prima até a distribuição do produto final. 

Por isso, o engenheiro de produção encontra trabalho em indústrias mecânica, siderúrgica, química, civil, alimentos, petróleo, serviços de órgãos públicos, empresas privadas e em universidades, na área da pesquisa e da docência.

Abaixo, apresentamos as principais áreas de atuação:

Desenvolvimento de Produto

Campo responsável pelo planejamento e lançamento de um produto no mercado, identificando as melhores estratégias para garantir a eficiência na produção e a lucratividade. 

Planejamento e controle da produção

Área responsável pelo controle de fabricação de produtos, identificando os recursos necessários para produção de determinado bem, trabalhando com sistemas de compra e estoque, com a programação de máquinas e até com gerenciamento de equipes.

Gastos e lucros

Todo o sistema produtivo envolve uma série de custos. Essa área é que estuda como entregar um produto de qualidade, atendendo todas as necessidades para as quais foi projetado e com o menor custo possível.

Segurança no trabalho

Essa é a área responsável pelo desenvolvimento de planos de ação para que as atividades que demandam recursos humanos sejam desenvolvidas com bem-estar, segurança e conforto.

Logística e distribuição

Esse é o campo que planeja as estratégias de logística e distribuição. Além de garantir o transporte da mercadoria, o objetivo é garantir que não haja perda de insumos ou outros prejuízos antes que o produto chegue ao consumidor. 

O perfil necessário para ser um engenheiro de produção 

Se você gosta de gestão de pessoas, administração, economia e disciplinas como matemática, física e química, é bem possível que você possua afinidade com a engenharia de produção. 

Para cursar essa graduação, é preciso ser versátil e criativo, além de ter mente aberta, saber liderar e ser proativo para encontrar soluções. 

Um ponto interessante do perfil do estudante de engenharia de produção é saber inglês e, talvez, uma terceira língua. Isso porque existe um grande mercado para a área nas multinacionais.

o que faz um engenheiro de produção - mulher em ambiente industrial digitando em computador

Quanto ganha um engenheiro de produção 

O portal Educa Mais Brasil levantou os salários do engenheiro de produção de acordo com nível hierárquico e porte da empresa em que o profissional trabalha. As informações foram retiradas do SINE - Site Nacional de Empregos. 

Confira:

Pequena Empresa

  • Trainee: R$ 2.824,19
  • Junior: R$ 3.530,24
  • Pleno: R$ 4.412,80
  • Senior: R$ 5.516,00
  • Master: R$ 6.895,00

Média Empresa

  • Trainee: R$ 3.671,45
  • Junior: R$ 4.589,31
  • Pleno: R$ 5.736,64
  • Senior: R$ 7.170,80
  • Master: R$ 8.963,50

Grande Empresa

  • Trainee: R$ 4.772,88
  • Junior: R$ 5.966,10
  • Pleno: R$ 7.457,63
  • Senior: R$ 9.322,04
  • Master: R$ 9.322,04

De acordo com o site Vagas, o engenheiro de produção inicia ganhando R$ 5.072 de salário e pode ganhar até R$ 9.340.  O portal aponta que a média salarial desse profissional é de R$ 7.516 no Brasil.

O site Glassdoor também apresenta valores referentes ao salário do engenheiro de produção. Segundo o portal, o salário médio desse profissional é de R$ 8.074 por mês no Brasil. 

Como funciona a graduação em Engenharia da Produção 

A graduação em Engenharia de Produção da UMC é oferecida na modalidade semipresencial. Neste formato, as aulas teóricas acontecem online, enquanto as práticas se dão por meio de encontros presenciais, no campus ou polo de apoio.

Nesse curso, o estudante desenvolve competências nas áreas de finanças, estratégia, qualidade, inovação, produção, pessoas, logística entre outros.

A Engenharia de Produção é considerada a mais completa das engenharias e atende perfis profissionais de diferentes áreas de atividade: se aprende a lidar com máquinas, sistemas, consultorias, gestão, processos de produção e otimização de produtividade e qualidade de trabalho.

A UMC estimula as atividades práticas por meio de metodologias ativas, corpo docente formado por mestres e doutores. Possui laboratórios didáticos especializados e de simulação, além de parcerias com grandes empresas nacionais e internacionais.

Confira abaixo mais informações sobre o curso:

Duração do curso 

5 anos. 

Grade curricular 

1º Semestre

MÓDULO 1

  • Introdução à Engenharia 
  • Expressão Gráfica
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Empreendedorismo e Administração de Negócios 

MÓDULO 2

  • Geometria Analítica e Álgebra Linear  
  • Projeto Auxiliado por Computador  
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Utilização de software em projetos de engenharia

2º Semestre

MÓDULO 3

  • Química Tecnológica 
  • Metodologia Científica  
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Laudos e relatórios técnicos  

MÓDULO 4

  • Higiene e Segurança do Trabalho  
  • Ciência e Tecnologia dos Materiais  
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Estudo de NRs específicas  

3º Semestre

MÓDULO 5

  • Física: Estática e Dinâmica 
  • Cálculo Diferencial e Integral  
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Planilhas de cálculo  

MÓDULO 6

  • Equações Diferenciais 
  • Física: Eletricidade, Óptica e termodinâmica  
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Materiais isolantes e condutores 

4º Semestre

MÓDULO 7

  • Sistemas de Produção
  • Materiais de Construção Mecânica  
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Aplicação do Lean Manufacturing - Estudo de caso  

MÓDULO 8

  • Fenômenos de Transporte  
  • Resistência dos Materiais  
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Canais de escoamento  40 HORAS

5º Semestre

MÓDULO 9 

  • Algoritmos e Cálculo Numérico 
  • Estatística e Probabilidade
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Estatística como ferramenta de decisão  

MÓDULO 10

  • Controle Estatístico de Processos
  • Engenharia da Qualidade, Normalização e Certificação 
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Controle Estatístico de processo como impulsionador da qualidade 

6º Semestre

MÓDULO 11

  • Engenharia do Produto 
  • Engenharia de Métodos  
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Desenvolvimento de Novos Produtos e Processos 

MÓDULO 12 

  • Gestão de Custos Industriais 
  • Processos de Fabricação
  • Desenvolvimento Prático Profissional: O custo como uma vantagem competitiva  

7º Semestre

MÓDULO 13

  • Pesquisa Operacional  
  • Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informações Gerenciais
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Indústria 4.0 e seus benefícios 

MÓDULO 14

  • Gestão Ambiental 
  • Metrologia e Desenho Assistido por Computador 
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Produtividade e Gestão Ambiental, e seus desafios 

8º Semestre

MÓDULO 15

  • Engenharia de Manutenção e Confiabilidade
  • Planejamento e Controle da Produção  
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Como uma boa manutenção pode garantir a entrega dos pedidos 

MÓDULO 16

  • Comportamento Humano nas Organizações
  • Automação Industrial e Sistemas de Manufatura 
  • Desenvolvimento Prático Profissional: Ética, moral e inclusão no exercício da Engenharia 

9º Semestre

MÓDULO 17

  • Gestão de Projetos 
  • Projeto de Fábrica e Layout  

MÓDULO 18

  • Logística e Suprimentos  
  • Estágio Supervisionado

10º Semestre

MÓDULO 19 

  • Estágio Supervisionado

MÓDULO 20

  • TCC (Trabalho de Conclusão de Curso)

Registro no CREA do seu estado 

Para atuar como engenheiro de produção, além do diploma, o profissional precisa ser registrado no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) do estado onde atua. 

Para fazer o seu registro, você precisa comparecer na sede do CREA do seu estado com seu diploma ou declaração de conclusão do curso, histórico escolar com notas e cargas horárias.

Conclusão 

Neste artigo, explicamos o que faz um engenheiro de produção, trazendo detalhes sobre o mercado de trabalho e os estudos na área. 

Se você se interessou pelo curso de Engenharia de Produção Semipresencial da UMC, não deixe de conferir nossas opções de bolsas de estudos para começar hoje mesmo seu caminho na profissão!

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

Cursos de graduação EAD

Veja mais conteúdos da UMC sobre EAD e educação

O que faz um pedagogo: carreira, formação, salários

Você gosta da área de educação?
10 min de leitura

Gestão de Tecnologia da Informação: curso e mercado de trabalho

Você gosta de tecnologia e procura por uma profissão com um mercado de trabalho aquecido? Venha conhecer o curso de ...
7 min de leitura

Tecnólogo em Gestão Ambiental: o que faz, salário e carreira

O curso de Gestão Ambiental forma profissionais para atuarem na administração de processos que envolvem recursos ...
15 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Cursos de graduação EAD
Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Posts mais recentes