Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Mercado de Trabalho

Pensamento computacional: a habilidade para o futuro do trabalho

O que faz um contador: função e área de atuação profissional

Mercado de Trabalho

Pensamento computacional: a habilidade para o futuro do trabalho

Por Redação em Feb 25, 2022 11:16:40 AM | 6 min de leitura

Você já ouviu falar em pensamento computacional? Essa habilidade vem se configurando como uma das mais importantes para o mercado de trabalho do futuro.

Diferente do que muitos podem pensar, ela não diz respeito ao simples uso ou programação de computadores, é uma competência bem mais complexa do que isso. 

O pensamento computacional propõe que os indivíduos sejam capazes de identificar problemas e encontrar soluções com criatividade e utilizando outros tipos de conhecimento.

Quer entender mais sobre essa habilidade e o futuro do mercado de trabalho? Neste artigo, explicamos tudo isso. Fique conosco e descubra a importância do pensamento computacional para sua carreira!

Confira:
O que é pensamento computacional 
As competências do pensamento computacional 
As habilidades desenvolvidas com o pensamento computacional 
Outras habilidades necessárias para o futuro do trabalho 
Conclusão 

New call-to-action

O que é pensamento computacional 

O pensamento computacional é uma habilidade que envolve a aplicação de aspectos da computação em diferentes áreas da vida – de forma crítica, estratégica e criativa.

Diferentemente do que o nome sugere, o pensamento computacional não se relaciona apenas à tecnologia ou à programação, muito menos exige o uso de um computador.

Essa habilidade propõe que as pessoas desenhem soluções e resolvam problemas de maneira eficaz, tendo a tecnologia como base. 

Alguns estudiosos fizeram suas próprias definições sobre o pensamento computacional. Jeanette Wing, vice-presidente da Microsoft Research, por exemplo, conceituou a expressão como sendo a base para a identificação de problemas e soluções que podem ser efetivadas tanto por processadores quanto pelos homens

O pensamento computacional é dividido em três estágios:

  1. Formulação do problema (abstração);
  2. Expressão da solução (automação);
  3. Execução da solução e avaliação (análise).

A história do pensamento computacional remonta à década de 1950, mas a maioria das ideias é muito mais antiga. O termo foi usado pela primeira vez por Seymour Papert em 1980.

O pensamento computacional é uma habilidade usada para resolver problemas complexos e realizar grandes melhorias na eficiência de processos e atividades.

As competências do pensamento computacional 

O pensamento computacional busca identificar problemas e propor soluções a partir de diferentes competências. Elas podem ser divididas em 4 grandes grupos. Confira quais são:

Decomposição

Corresponde à habilidade de dividir um problema complexo em partes menores. 

Trabalhar um problema de forma fragmentada pode facilitar o processo de busca de uma solução, permitindo ainda maior atenção a cada etapa.

O desenvolvimento dessa competência de decomposição ajuda a diminuir a ansiedade e o medo diante dos desafios. 

Em vez de paralisá-los, os profissionais com essa capacidade conseguem encontrar as respostas de cada parte do problema com mais confiança e rapidez, enquanto seguem um passo a passo para a solução da grande questão.

Abstração

Essa habilidade diz respeito ao foco em processos relevantes em vez de priorizar os detalhes, de modo que a solução possa ser válida para outros problemas.

Ao filtrar e classificar os dados mais relevantes para a resolução do problema, os profissionais são capazes de desenvolver uma análise mais crítica e atenta à essência do tema trabalhado.

Reconhecimento de padrões

Para identificar tendências, é necessário observar atentamente padrões e similaridades.

Essa competência permite a construção de soluções para problemas comuns de forma inovadora, desenvolvendo o espírito empreendedor dos profissionais.

Dessa forma, eles se tornam capazes de antecipar crises e resolvê-las com mais rapidez e eficiência. Tudo isso utilizando os padrões reconhecidos através de uma análise profunda da questão ou problema. 

Pensamento algorítmico

A palavra algoritmo remete ao seu contexto computacional, não é mesmo? Contudo, ela também pode ser empregada para simbolizar a criação de passos e soluções até alcançar um objetivo. 

Ou seja, é o uso da lógica e da racionalidade para a solução de problemas.

Desenvolver essa competência estimula a criatividade e possibilita a criação de soluções cada vez mais eficientes.

pensamento computacional - mulher olhando para cima e refletindo em frente ao computador

As habilidades desenvolvidas com o pensamento computacional 

O pensamento computacional permite que diversas outras habilidades sejam desenvolvidas e aperfeiçoadas. Confira quais:

Construção do pensamento lógico

A construção do pensamento lógico é uma das principais habilidades adquiridas pelo pensamento computacional. Afinal, ela permite que os profissionais identifiquem padrões e definem determinadas ações a partir deles. 

Com isso, é possível solucionar questões de maneira lógica, sempre focando em um pensamento racional para determinar as melhores respostas aos diferentes estímulos vindos de atividades do dia a dia.

Alfabetização digital

Apesar de não se restringir a aspectos tecnológicos, o pensamento computacional também se expande para esse âmbito. Assim, junto da construção do pensamento lógico, temos a alfabetização digital

Ou seja, os profissionais estão mais preparados para lidar e aplicar as tecnologias que o cercam no dia a dia. 

Além disso, essa habilidade ainda ajuda na organização do pensamento como um todo, de modo que ele esteja alinhado às tecnologias existentes ou que ainda virão a existir.

Autonomia

Abstração e algoritmos são duas bases do pensamento computacional, e elas abrem espaço para uma habilidade importante que é a autonomia

Elas permitem que os profissionais deixem de ser apenas consumidoras das tecnologias criadas e produzidas e passem também a ser produtores de recursos digitais.

Consequentemente, isso os prepara para o mundo em que diferentes tecnologias são inseridas diariamente. 

Construção de uma base sólida para desafios profissionais no futuro

Atualmente, a exigência por profissionais completos é alta. Além de concluírem uma graduação, os jovens precisam saber uma segunda língua e compreender teorias e ferramentas que excedem o escopo de suas profissões. 

Nesse cenário, ter um pensamento computacional e saber aplicar a teoria na prática será um grande diferencial no mercado de trabalho.

Outras habilidades necessárias para o futuro do trabalho 

Em 2020, o relatório The Future of Jobs Report mapeou os empregos e as habilidades do futuro, acompanhando o ritmo das mudanças que estão acontecendo nos últimos tempos. 

O relatório apontou as habilidades que devem ser desenvolvidas para acompanhar as mudanças e as novas demandas do mercado de trabalho. Foram elencadas 15 habilidades essenciais para o futuro do trabalho.

O pensamento analítico, aprendizagem ativa, resolução de problemas, pensamento crítico, criatividade e liderança estão entre as principais habilidades. Confira todas abaixo:

1)     Pensamento analítico e inovação

2)     Aprendizagem ativa e estratégias de aprendizado

3)     Resolução de problemas

4)     Pensamento crítico

5)     Criatividade

6)     Liderança

7)     Uso, monitoramento e controle de tecnologias

8)     Programação

9)     Resiliência, tolerância ao estresse e flexibilidade

10)  Raciocínio lógico

11)  Inteligência emocional

12)  Experiência do usuário

13)  Ser orientado a servir o cliente (foco no cliente)

14)  Análise e avaliação de sistemas

15)  Persuasão e negociação

Nova call to action

Conclusão 

Neste artigo, falamos sobre pensamento computacional e explicamos um pouco mais sobre a importância dessa habilidade para o futuro do mercado de trabalho.

Se você gostou desse artigo, leia também:

Mercado de Trabalho

Veja mais conteúdos da UMC sobre EAD e educação

Profissionalismo: o que é e características

Você sabe o que é profissionalismo? Quais são as características de um bom profissional? Neste artigo, vamos falar mais ...
6 min de leitura

Geração Y: o que é, idade e características

Você sabe o que é geração Y? Quais pessoas compõem esse grupo? Quais são as características dessa geração? Neste ...
8 min de leitura

Apresentação pessoal: o que é, tipos e como fazer

Você sabe o que é e como fazer uma boa apresentação pessoal? Se sua resposta é não, este artigo é para você!
7 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Mercado de Trabalho