Conheça nossos cursos
Conheça nossos cursos

Vida na universidade

Como fazer a revisão bibliográfica do TCC

Cursos de graduação EAD

O que faz um UX designer e como trabalhar na área

Vida na universidade

Como fazer a revisão bibliográfica do TCC

Olívia Baldissera
Por Olívia Baldissera em Jun 29, 2022 12:00:00 AM | 11 min de leitura

Depois de tantas aulas, disciplinas, leituras e atividades práticas, chegou o grande momento.

Momento de apresentar as suas ideias.

Momento de colocar no papel (ou melhor, em um arquivo de Word) o que você aprendeu durante a graduação.

Sim, chegou a hora de escrever o seu Trabalho de Conclusão de Curso, carinhosamente chamado de TCC.

Essas três letras se referem a uma atividade acadêmico-científica realizada por estudantes do Ensino Superior nos últimos semestres do curso. A aprovação nessa etapa é fundamental para conquistar seu diploma, seja na modalidade presencial, semipresencial ou EAD.

😱 “Eita, nem sei por onde começar”. Isso passou pela sua cabeça?

Um bom ponto de partida é a revisão bibliográfica. Aqui você vai ver o que não pode faltar nessa seção do seu TCC, além de conhecer as normas mais importantes da ABNT.

Confira:

  1. O que é a revisão bibliográfica
    1.1 Os 3 tipos de revisão bibliográfica
  2. Por que a revisão bibliográfica é tão importante no TCC
  3. Quais publicações usar na revisão bibliográfica
  4. Por onde começar a revisão bibliográfica
  5. Regras da ABNT para revisão bibliográfica
    5.1 Como fazer citação na revisão bibliográfica de acordo com a ABNT
  6. BÔNUS: os erros mais comuns na hora de fazer a revisão bibliográfica do TCC
  7. Conclusão

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

O que é a revisão bibliográfica

A revisão bibliográfica é um processo de levantamento, análise e descrição de publicações científicas de uma determinada área do conhecimento. Ela também é chamada de revisão de literatura, referencial teórico ou fundamentação teórica.

Como o nome já diz, é uma revisão do que já foi escrito e discutido por outros pesquisadores sobre o assunto que você vai abordar no seu TCC. Esse processo é essencial para definir o seu problema de pesquisa, além de ajudar a entender como o seu trabalho contribui para o desenvolvimento do conhecimento no seu campo.

CUIDADO: você não deve incluir vários autores na sua revisão bibliográfica apenas para mostrar o que leu durante a produção do TCC. É preciso avaliar criticamente o que já foi publicado e selecionar o que faz sentido para sua pesquisa.

Os 3 tipos de revisão bibliográfica

Os tipos de revisão bibliográfica são definidos de acordo com o método de elaboração. Nem todos são indicados para um TCC de graduação, devido ao pouco tempo para desenvolvê-lo – geralmente um semestre ou um ano, dependendo da instituição de ensino.

1. Revisão narrativa

A revisão bibliográfica não precisa contemplar todas as fontes de informação nem adotar critérios explícitos e sistemáticos. Tem grande influência da subjetividade do pesquisador.

Mais utilizada em TCCs de graduação, dissertações de mestrado e teses de doutorado.

2. Revisão sistemática

É um tipo de investigação científica. Reúne e sistematiza dados de estudos primários, testa hipóteses e avalia criticamente o método de pesquisas anteriores.

Indicada para embasar a tomada de decisão na prática clínica e na gestão pública.

3. Revisão integrativa

Auxilia na revisão bibliográfica de estudos de diferentes campos e metodologias. O processo contribui para a definição de conceitos, identificação de lacunas no conhecimento e revisão de teorias.

Por que a revisão bibliográfica é tão importante no TCC

É a revisão bibliográfica que garante confiabilidade e qualidade técnica e científica ao seu trabalho. Ela também demonstra o seu domínio dos conhecimentos teóricos e práticos necessários para exercer uma profissão após receber o diploma.

>>> Posso fazer duas faculdades ao mesmo tempo? A resposta está aqui!

Quais publicações usar na revisão bibliográfica

O que seriam essas publicações levantadas para a revisão bibliográfica?

São artigos científicos, capítulos de livros, dissertações de mestrado, teses de doutorado e comunicações apresentadas em congressos acadêmicos.

Com tanta informação disponível, é preciso saber o que priorizar. Dê preferência a artigos publicados há menos de 5 anos em revistas científicas que contam com um comitê editorial e revisão feita por pares.

A ordem de prioridade na seleção de trabalhos para a revisão bibliográfica é:

  1. Artigos publicados em periódicos científicos internacionais;
  2. Artigos publicados em periódicos nacionais bem avaliados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES);
  3. Livros publicados por pesquisadores referência em suas áreas de atuação;
  4. Teses e dissertações;
  5. Anais de conferências internacionais;
  6. Anais de conferências nacionais.

Dependendo do tema do seu TCC, tenha cuidado ao consultar pesquisas com mais de 10 anos. A produção de conhecimento científico não para, o que pode tornar um artigo defasado em poucos anos.

Fachada da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC). Créditos: Marcello Casal Jr/Agência Brasil.Fachada da CAPES, órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC), em Brasília. Marcello Casal Jr/Agência Brasil.

Por onde começar a revisão bibliográfica

Se antes a dúvida era por onde começar o TCC, agora a pergunta é: por onde começar minha revisão bibliográfica?

O guia a seguir vai te ajudar a organizar essa etapa do trabalho. Ele é um resumo das orientações presentes no livro “Metodologia científica” (2006), escrito pelos pesquisadores Amado Cervo, Pedro Bervian e Roberto da Silva.

1. Defina o fio condutor do seu TCC

Antes de começar a revisão bibliográfico, é preciso saber aonde você quer chegar com o seu TCC.

É isso que os orientadores na universidade costumam chamar de “fio condutor”, a linha de raciocínio que vai nortear a produção do texto, da introdução à conclusão.

Você não precisa já ter o seu problema de pesquisa definido, mas é importante saber o tema que será abordado. Para ter uma visão geral, leia os livros clássicos sobre a temática do seu trabalho e entenda os conceitos-chave. Seu orientador pode te ajudar com indicações de leitura.

A partir da leitura dos clássicos você pode elaborar o roteiro da sua revisão bibliográfica. Liste os pontos que o seu texto deve contemplar para seguir o fio condutor da pesquisa.

2. Faça o levantamento das publicações em fontes confiáveis

Com o roteiro em mãos, é hora de selecionar as publicações que vão fazer parte da sua revisão bibliográfica.

As principais fontes confiáveis para encontrar trabalhos acadêmicos são:

Também verifique na secretaria da coordenação do seu curso se a sua universidade tem acesso à Comunidade Acadêmica Federada (CAFe) da CAPES e às bibliotecas digitais de outras instituições de ensino. São mais caminhos para encontrar publicações que vão ajudar no seu TCC.

Evite usar artigos de opinião de jornais e revistas e artigos da Wikipédia.

Mas como saber se a publicação será útil para o meu TCC?

Antes de ler tudo o que você selecionou, confira o que está escrito nos resumos das publicações.

Todo artigo científico, dissertação e tese trazem logo no início um resumo com o tema, problema-chave, hipóteses, metodologia e conclusão da pesquisa.

O resumo vai te ajudar a separar os materiais que são relevantes para sua revisão bibliográfica e que devem ser lidos na íntegra.

3. Faça fichamentos das publicações selecionadas

Provavelmente você usou fichamentos em outras disciplinas da graduação. Mais uma vez, eles serão grandes aliados nos seus estudos.

A Ideia é listar em tópicos as partes mais importantes da publicação, que serão consultados quando você estiver escrevendo a revisão bibliográfica.

Lembre-se de anotar as páginas em que estão os tópicos. Isso vai te ajudar bastante na hora de fazer as citações e referências bibliográficas.

4. Organize suas referências bibliográficas

Use um gerenciador de referências para consultar as publicações que você leu e fichou. Essa ferramenta reúne as informações que precisam constar nas citações e referências bibliográficas, além de servir como uma biblioteca digital particular.

Os gerenciadores de referências mais conhecidos são:

Os quatro são gratuitos e podem ser integrados aos processadores de texto Microsoft Word e LibreOffice. Essa integração permite a inserção das citações e referências diretamente nos textos.

5. Relacione os autores ao escrever a revisão bibliográfica

Com os fichamentos prontos, chegou a hora de colocar a mão no teclado e escrever a revisão bibliográfica.

O texto deve ser objetivo, sem floreios, e demonstrar os pontos de concordância e divergência das publicações que você selecionou para sua pesquisa.

Evite o formato ficha de leitura, que siga o formato “o autor ‘A’ disse isso, o autor ‘B’ disse aquilo”. Este tipo de escrita tira a fluidez da leitura, além de deixar o seu texto enfadonho.

Você pode combinar diferentes abordagens:

  • Expositiva: fazer um resumo das pesquisas levantadas sobre o seu tema;
  • Questionadora: apresentar perspectivas futuras sobre seu tema de pesquisa, a partir de publicações mais recentes sobre o assunto;
  • Histórica: fazer uma linha do tempo das pesquisas que fizeram você chegar ao problema do seu TCC;
  • Opinativa: descrever as mudanças na trajetória cientifica de um determinado tema.

IMPORTANTE: quando mencionar as ideias de um outro autor, lembre-se de colocar a referência seguindo as normas da ABNT. Elas serão detalhadas mais adiante.

Regras da ABNT para revisão bibliográfica

Seja em um artigo científico, em uma monografia ou em um projeto prático, toda revisão bibliográfica de TCC deve seguir as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

As principais normas da ABNT são:

Papel

Os trabalhos acadêmicos, se impressos, devem ser apresentados em papel branco ou reciclado, formato A4 (21 cm x 29,7 cm), digitados em cor preta, podendo utilizar outras cores somente para ilustrações.

Impressão

Recomenda-se que os elementos textuais e pós-textuais sejam impressos no anverso e verso das folhas.

Margens

  • Anverso (frente da folha) — esquerda e superior de 3 cm; direita e inferior de 2 cm.
  • Verso (traseira da folha) — direita e superior de 3 cm; esquerda e inferior de 2 cm.

Espaçamento

O texto deve ser redigido com espaçamento 1,5 entre linhas. Em citações de mais de três linhas, notas de rodapé, referências, legendas das ilustrações e tabelas, utiliza-se espaço simples.

Parágrafo

No corpo do texto, deve-se observar a padronização dos parágrafos, utilizando-se 1,25 cm como recuo.

Fonte

Arial ou Times New Roman.

Tamanho da fonte

Recomenda-se a utilização de fonte tamanho 12 para todo o trabalho.

Já nas citações de mais de três linhas, notas de rodapé, paginação, dados internacionais de catalogação na publicação, legendas e fontes das ilustrações e nas tabelas, recomenda-se utilizar fonte tamanho 10.

Nota de rodapé

As notas devem ser digitadas dentro das margens, ficando separadas do texto por um espaço simples entre as linhas.

Referências bibliográficas

Para formatar as referências, alinha-se o texto à margem esquerda, separando as citações uma das outras com um espaço simples.

Deve-se usar o mesmo tipo e tamanho de fonte do texto do artigo e não utilizar numeração.

O modelo para escrever uma referência é:

ÚLTIMO SOBRENOME, Nome e Segundo sobrenome. Título da obra. Nº da edição. Cidade: Editora, ano de publicação.

Como fazer citação na revisão bibliográfica de acordo com a ABNT

Provavelmente você terá que citar trechos de alguma publicação na sua revisão bibliográfica.

A ABNT também definiu regras de como fazer essa citação, de forma direta ou indireta. Também é possível fazer uma citação da citação (apud).

Citação direta

Transcrição na íntegra de parte da obra do autor consultado. A indicação da página é obrigatória.

Existem dois tipos de citação direta:

  1. Curta, com até 3 linhas;
  2. Longa, com mais de 3 linhas.

A citação curta é inserida no corpo do texto, entre aspas. Já a longa deve ser feita em um parágrafo diferente, em fonte tamanho 10, com recuo de 4 cm da margem esquerda e espaçamento simples.

Citação indireta

Texto que condensa, traduz ou interpreta partes da obra de um autor, mantendo-se fiel ao conteúdo. Não deve ser apresentado entre aspas. A indicação da página é opcional.

Citação da citação (apud)

Indicação do sobrenome do autor da fonte não consultada, mas que foi citada em outra obra, seguida pela expressão “apud”. O termo significa “citado por, conforme”. Em seguida, deve constar o sobrenome do autor da obra consultada.

Nas referências bibliográficas ao final do TCC, deve constar apenas a referência completa da obra consultada. O autor da citação indicada por “apud” não deve ser listado.

A referência completa da fonte não consultada deve ser inserida em uma nota de rodapé.

Estrutura de um TCC

Estrutura de um trabalho acadêmico, de acordo com a ABNT. Fonte: ABNT NBR 14724:2011.Estrutura de um trabalho acadêmico, de acordo com a ABNT NBR 14724:2011.
1. A nomenclatura dos títulos dos elementos textuais fica a critério do autor.

🏆BÔNUS: os erros mais comuns na hora de fazer a revisão bibliográfica do TCC

Como parte do TCC, a revisão bibliográfica será avaliada por uma banca de professores, que aprovará ou não o seu trabalho.

A banca vai ficar atenta se você cometeu algum dos erros abaixo:

  • Revisão bibliográfica breve, que recorre a poucos autores ou não menciona obras clássicas do tema pesquisado;
  • Referências incompletas ou erradas;
  • Falta de parágrafos que resumam as principais ideias do texto na conclusão da revisão bibliográfica;
  • Adaptação de ideias de autores para elas reforçarem o seu ponto de vista;
  • Não relacionar as publicações consultadas ao problema de pesquisa apresentado na introdução do TCC.

>>> Como fazer apresentação de trabalho na universidade [GUIA COMPLETO]

Conclusão

Confiante para planejar a revisão bibliográfica do seu TCC?

Com essas orientações, você tem todas as ferramentas para passar pela última etapa da graduação e, assim, conquistar o seu diploma.

O TCC comprova todo o conhecimento adquirido na faculdade. Por isso a importância de estudar em uma instituição de ensino que garanta a formação necessária para ingressar no mercado de trabalho.

Sente que poderia aprender ainda mais em outra universidade? Você pode pedir transferência e fazer o seu TCC em outra instituição.

O EAD UMC oferece bolsas de estudo de até 40% para estudantes que transferem o curso ou vão começar uma segunda graduação. Confira as condições e venha estudar no melhor EAD da região do Alto Tietê!

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

Vida na universidade

Veja mais conteúdos da UMC sobre EAD e educação

Vida de Vestibulando: 7 fatos que ninguém te conta

A vida de um vestibulando não é nada fácil! 
9 min de leitura

Como fazer apresentação de trabalho na universidade [GUIA COMPLETO]

A apresentação de trabalho é uma atividade muito comum na faculdade, sendo requisitada tanto em curso de humanas quanto ...
6 min de leitura

Por que seu autoconceito é afetado quando você vai mal em uma prova

Assim como construímos uma visão sobre os outros ao longo da vida, também formamos uma imagem de nós mesmos. Esse ...
7 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Vida na universidade
Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

Posts mais recentes